Feeds:
Posts
Comentários

“Only You”

We suffer everyday, what is it for
These crimes of illusion, are fooling us all
And now I am weary and I feel like I do

It’s only you, who can tell me apart
And it’s only you, who can turn my wooden heart

The size of our fight, it’s just a dream
We’ve crushed everything I can see, in this morning selfishly
How we’ve failed and I feel like I do

It’s only you, who can tell me apart
And it’s only you, who can turn my wooden heart

Now that we’ve chosen to take all we can
This shade of autumn, a stale bitter end
Years of frustration lay down side by side

And it’s only you, who can tell me apart
And it’s only you, who can turn my wooden heart

It’s only you, who can tell me apart
And it’s only you, who can turn my wooden heart

Incrível…Passo 1 semaninha sem ir pro trampo e chego e está rolando o boato de que vou pedir (já pedi) demissão! Mas meu não guardei meu veneninho, falei em alto e bom som, para TODOS que eu iria descobrir quem começou essa história, porque certamente essa é A pessoa que me quer fora dalí…Engraçado, todos ficaram tão quietinhos…

Não ando com meu humor dos melhores, ando sem paciência. Tenho meus motivos, é claro. Não suporto ver pessoas com tanto potencial serem totalmente desvalorizadas, ridicularizadas…enfim…mal pagas….

Não consigo olhar na cara de algumas pessoas, me estressa. Me estressa a falsa empolgação, essa balela de energia/pensamento positivo para ter vendas boas e fluxo constante. Não aguento a intromissão na minha vida particular…Pra quê querem saber quem foi me buscar? Se estou de rolo? O que fiz ou vou fazer?

Essa semana tive o tal treinamento! Não foi tão ruim quanto estava esperando, porém acordar todo dia as 7:00 e só voltar pra casa as 21:30 foi HORRÍVEL!!!

A surpresa desse curso foi: O RECONHECIMENTO POR PARTE DO CONSULTOR! Sim, uma pessoa de fora ficou “chocada” em saber de minha graduação e me respeitou por isso, me fez sentir bem por eu ter estudado! Ele me chamou para conversar em particular e não conseguia acreditar que no ano passado, quando nossa chef de cozinha saiu, NINGUÉM alí dentro foi capaz de pensar em mim para assumir eu lugar. Ele me fez uma proposta e aceitei com todas as forças e esperanças.

Fiz um projeto de melhora para meu setor e ele repassou para meus superiores. Me disse que me chamariam para conversar no dia seguinte. Mas no mesmo dia, vi resultado: uma das cervejas que tínhamos parado de trabalhar voltou! E possivelmente faremos uma confraria… Okay, pode ser que dê certo…

Já se passaram 4 dias da entrega do projeto e não me chamaram pra nada, estão falando em mudanças..Mas não como mérito idéia minha, mas como pedido de clientes. Já estou vendo que não serei reconhecida por merda nenhuma, não vai ter mudança nenhuma…enfim…tudo vai ficar na mesma merda

E é aí que entra a outra proposta: ” se nada mudar aqui, te levo pra outro lugar, na tua área”.

Esse outro lugar nunca me atraiu, porém nos últimos tempos tem me atraído e muito…Não sei ao certo dizer o porque, na verdade não quero confessar o que seja. Enfim…só sei que a proposta é extremamente tentadora!!!

E aí? Should I stay or should I go????

…Achei no blog…

Achei no blog de uma amiga algo com o qual me identifiquei….

“Gosto do que me tira o fôlego. Venero o improvável. Almejo o quase impossível….
Tenho um ritmo que me complica, uma vontade que não passa, uma palavra que nunca dorme.
Quase nunca estou pra ninguém. Mudo de humor conforme a lua. Me irrito fácil. Me desinteresso à toa.
E – sem saber – busco respostas que não encontro aqui .. Mas não tem nada, não. Bonito mesmo é essa coisa da vida: um dia, quando menos se espera, a gente se supera.
 
E chega mais perto de ser quem – na verdade – a gente é.”

 
Guimarães

Pra quem quiser acesse: http://www.tudoqueadoro.com/

…I´m so tired…

 

I’m so tired, of playing
Playing with this bow and arrow
Gonna give my heart away
Leave it to the other girls to play
For I’ve been a temptress too long

Just. .

Give me a reason to love you
Give me a reason to be ee, a woman
I just wanna be a woman

From this time, unchained
We’re all looking at a different picture
Thru this new frame of mind
A thousand flowers could bloom
Move over, and give us some room

Give me a reason to love you
Give me a reason to be ee, a woman
I just wanna be a woman

[INSTRUMENTAL]

So don’t you stop, being a man
Just take a little look from our side when you can
Sow a little tenderness
No matter if you cry

Give me a reason to love you
Give me a reason to be ee, a woman
Its all I wanna be is all woman

For this is the beginning of forever and ever

Its time to move over… …

…Essa música é linda….Me conforta de uma maneira estranha….

…Hoje estou triste, melancólica, depressiva, estressada, mau humorada, agressiva e TOTALMENTE IRÔNICA…

Isso tudo porque SÓ HOJE percebi o valor nulo que meu diploma tem para a empresa em que trabalho. Sou formada em Gastronomia pelo Senac, uma das mais tradicionais da América Latina. Trabalhei como chef de patisserie em Caxias do Sul, depois fiquei trabalhando por conta, pegando encomendas e tal…Mas é foda sobreviver assim, sem salário fixo…E enquanto não achava nada na área de confeitaria mesmo, que é minha paixão me aventurei no outro lado de minha formação: BEBIDAS.

Área bastante conhecida pelos vinhos, mas com grande crescimento na área de destilados e CERVEJA! Coisa que eu adoro!! Já estava acompanhando o crescimento da área pela internet, vendo o que estava acontecendo na capital e me empolgando. E justamente nessa área me surgiu uma proposta: ser responsável por esses setores em um grande empório/distribuidora aqui da cidade. Com chance de crescimento e tudo mais (tá, toda empresa diz isso na sua entrevista).

Aceitei e me apaixonei! Estar sempre estudando, atualizando. Constante contato com informações, degustações…e claro…o atendimento ao cliente! Me fez crescer muito pessoalmente… Eu, tímida ao extremo…Aprendi a chegar numa pessoa totalmente desconhecida, puxar papo, ser agradável, fazer a pessoa comprar e ainda voltar!!! Claro que aprendi a levar muito fora…Como podem existir pessoas com tanta falta de educação????

Enfim…acabei de completar 7 meses. E sabe o que mudou alí??? Hoje carrego MAIS caixas do que antes, abasteço geladeiras (antes tínhamos uma pessoa SÓ pra isso), deixo de receber meta por ter pegado dengue, sou cobrada por não dar atenção ao atendimento (já que estou abastecendo), as pessoas estão, cada dia mais, achando que tem o direito de saber tudo o que você faz, incluindo vida pessoal…e bem….agora acham que eu preciso de um treinamento sobre alimentos/atendimento.

Porque provavelmente eu não entendo NADA de alimentos, né??? Mas meus colegas sabem bem: um trabalhou num restaurante e a outra já trabalhou no empório. Legal…Meu diploma realmente pode ser bem utilizado para limpar o chão do banheiro da empresa!!! VIVA achamos alguma utilidade pra ele!!!!

Realmente chateada, cansada…FRUSTRADA!!! Não vou sair do lugar ali dentro, acredito muito que tudo isso seja medo de ver os funcionários crescerem e serem melhores que muito supervisor ou subgerente. Estou cansada de ficar cantando essa velha música e deixar todo mundo SUPOR QUE SOU FELIZ!!!!

…QUERO SER FELIZ DE FATO!!!!!!

A Temperança

Uma “nova” amiga twittou esse site, eu claro, não resisti. Olha o resultado:

Seu Arcano Pessoal é: 14 – A TEMPERANÇA
Palavras-Chave:  Alquimia e Auto-Transformação

Acontecimento marcante a nível psicológico aos 14 anos;
Moderação e ponderação;
Espírito indagador;
Ciência e tecnologia podem atrair vc;
Motivação pessoal;
Precisa trabalhar sua parte emocional conflitos;
Sempre precisa esperar;
Natureza íntima elétrica;
Deseja ver coisas diferentes;
Poder de cura pelas mãos ( Reiki, Cristais, Passes Magnéticos,   etc);
Inconformismo;
Transforma os ambientes por onde passa;
Mente aguçada;
Deseja clareza por parte dos outros;
Sintonizado com as tendências mundiais;
Amigo(a) e participativo(a);
Relações afetivas tem sucesso se baseadas na amizade mútua;
Luta pela liberdade;
Quer alçar vôo e atingir o alto;
Comportamento às vezes utópico;
Telepatia;
Quer experimentar coisas novas;
Precisa estipular metas;
A saúde pode ser muito testada;
Princípios firmes;
Sensibilidade a sons;
Apreciador de uma boa música;
Quer agradar a todos;
Observação;
Não pode estar preso a dogmas ou doutrinas;
Funcionalidade;
Inventividade;
Cooperativismo;
Pode cuidar ou assumir a responsabilidade de alguém doente    na   família;
Confronto de idéias;
Teimosia em relação às suas idéias;
Deseja superar-se nas tarefas;
Incondicionalidade;
Atenção à área neurológica, muscular, glândulas, próstata, cabeça e   pressão;
Apartidário;
Segue sua cabeça e é seu líder;
Cuidado com a intolerância

Quem quiser  conferir: http://www.taroterapia.com.br/arcano/cap.html

Relacionamento

Hoje curti uma folga…na verdade tirei um tempo para arrumar minhas coisas, minhas papeladas, minhas lembranças.

Achei coisas que imaginava ter jogado fora ou perdido… Okay, não eram coisas e sim sentimentos. Remexendo em bilhetes, fotos e emails me vi de volta a momentos em que estive de alguma forma relacionada a alguém.

Fui até a época de faculdade, quando meu mundo girava em torno de um único ser! Aquele que era o errado, o que não tinha nada a ver comigo (nem fisicamente, nem intelectualmente), mas o jeito independente/dependente dele me prendeu, me conquistou com tal voracidade…que me perdi…Me perdi nele…Me perdi nos planos que fiz com ele…

Deixei amigos em stand by, família…Briguei com várias pessoas para defendê-lo, para me defender e defender esse tal sentimento. Até hoje, cerca de 3 anos ainda tenho rixa com menininhas que se acham donas da verdade. Como podem pensar assim, se não foram elas que sentiram o que senti? Elas não podem ver meu nome ou uma simples foto minha, pois alegam que sentirem “gorfo”…Whatever…Vivi o que vivi intensamente e não me arrependo de nenhum “rorosa” que cuspi ao falar delas. rs.

E então vi uma vaquinha de pelúcia, em cima da tv…As lembraças me levaram para Caxias do Sul. Período pós formada, procurando meu lugar na gastronomia. Achei lugares maravilhosos, pessoas encantadoras, conhecimento inegualável.

6….esse foi o número de meses que passei lá…E parece que só vivi de verdade na minha última semana. Um dia, o garçom do hotel em que trabalhava como confeiteira, me fala que um dos caras da recepção queria meu telefone. Sem nem pensar muito (coisa extremamente difícil pra mim), passei meu número e naquela mesma noite recebi o telefonema:

_Tava pensando em te levar pra conhecer o sul….O que você acha?

_Acho ótimo, não conheço nada a não ser os quarteirões ao redor de casa.

_Topa uma aventura?

_Sim…(com um certo brilho nos olhos)

_Passo aí mais tarde, arrume uma mochila.

Naquela noite, ele foi me buscar na porta de casa. Foi a primeira vez que ficamos cara a cara e eu já estava entrando no carro dele. Qual foi a aventura? Saímos de Caxias, pegamos a ” Estrada do sol” e fomos para o litoral!!! Sim, um frio louco durante a madrugada, mas pude sentir a brisa do mar…Saímos de lá e a caminho de Porto Alegre vimos o sol nascer…Agora estávamos de mãos dadas. Fomos ao sítio/fazenda do pai dele, fizemos uma trilha…Eu pude ver a cidade de Porto Alegre aos meus pés. O cachorro dele corria de um lado para o outro, caçando lagartos e minha única preocupação era não cair de bunda no chão. rs.

Saímos de lá a caminho da casa da irmã dele. Ia rolar um churras por lá. A menina era uma querida! Já dizendo o quão bem eu fazia a ele (mas não nos conhecíamos nem a 24 hrs…). Quando tivemos um pouco de privacidade, deitamos na cama para descansar da viagem, estávamos enfim juntos…mas algo faltava…a carteira dele!! E agora?

A loucura tomou conta! Sem documentos, sem dinheiro…Como iríamos voltar pra Caxias? Ele saiu batendo as portas e eu atrás, me desculpando pela atitude dele. Fomos até o sítio/fazenda…e nada….E então seguimos para Farroupilha, isso…fomos para outra cidade, para ele pedir ajuda para a avó. Sim…em 1 único dia, conheci toda a família dele (a parte mais importante pelo menos). Sua avó estava nos esperando com almoço pronto! Quando terminamos, ele foi deitar no sofá e ela não me deixou lavar a louça, pediu apenas que fizesse companhia a ela. Conversamos muito, aí sim pude dizer que conheci mesmo o meu companheiro de aventura…e me encantei. Me vi fazendo parte daquela família, tudo parecia tão certo, tão fácil….E a avó, assim como a irmã, me disse o quanto eu fazia/faria bem a ele, o quanto ficaria feliz se eu não o deixasse…se eu não fosse embora….

Sim…em apenas 4 dias eu estaria de volta para casa, interior de SP. Mas não era a hora de pensar nisso. Fui até ele e resolvemos voltar, ele teria que trabalhar naquela noite e eu ainda teria 1 e meio de folga. Quando ele estacionou no hotel onde trabalhávamos (a 1 quarteirão de meu ape) foi que ele parou, olhou pra mim e me deu um beijo. Agora sim minha aventura tinha chegado ao fim. E a lembrança material que ficou, foi essa vaquinha de pelúcia…que na época tinha o cheiro dele….

Mas a lembrança de Caxias não acaba aí. Teve meu vizinho, AQUELE vizinho!! O vizinho que toda mulher deseja ter! Lindo, lutador de jiu-jitsu, advogado, atencioso…um amor. Me derreti por ele no minuto em que ele entrou correndo no elevador. De terno, com sobretudo e cachecol. Se apresentou e se disponibilizou a qualquer coisa que eu precisasse…Até mesmo como minha cobaia. Eu não perderia essa oportunidade e uma vez, até deixei no sagão um saquinho, com 4 bombinhas de creme e chocolate com um recadinho. Sim, foi aí que ganhei meu vizinho…PELO ESTÔMAGO.

Foi ele quem me levou pra conhecer a cidade, a UCS…Me apresentou ao famoso mate (ou chimarrão). Nesse encontro, na praça da UCS um frio congelante…eu tremia….ele achava que era pelo frio…eu sabia que era pela presença dele. Depois disso, ele quis fazer algo mais do meu agrado (já que achei o mate tão sem gracinha)…Fomos tomar café num centro cultural. Incrível…Ele, exatamente 1 ano e 1 dia mais novo que eu e louco, sem motivo, pela Irlanda. Achei que naquele dia tinha encontra A pessoa. Mas nosso encontro acabou, com ele me dando um beijo na trave e um abraço delicioso.

Fiquei meses sem encontrá-lo, porque eu havia me mudado…Me sentia sozinha, mas sempre encontrava ele online para me tranquilizar, para me dar um carinho.Mas ele era muito ocupado e quase sempre estava rodeado de meninas. Eu, como uma legítima escorpiana, me mordia de ciúmes, medo, insegurança e com isso eu mesma me afastei dele.

Decidi então vir embora e falei que queria vê-lo uma última vez, ele se desculpou por ter me “abandonado”, me deixado tão sozinha. Mas me prometeu uma despedida para se redimir. Chegou em casa com 4 latas de cerveja. Conversamos, desabafei….ouvimos músicas…beijamos…e passamos a noite juntos….Quando ele estava indo embora, me confessou….Que desde aquele dia, do mate, ele queria ficar comigo. Mas teve medo de eu acha-lo precipitado demais! Ô meu pai….quanto tempo perdido!! rs

E ele foi embora…dizendo: Nunca vou esquecer minha primeira japonesinha!

…Sentei na cama e olhei para meu mural….Fotos, ingressos… E a música começou a tocar:

Mais uma lembrança, essa podemos dizer que recente. Quem diria que uma ida ao teatro rendesse tanto! Cheguei sozinha ao teatro, ainda estava fechado. Mas vi um cara saindo lá de dentro, com o celular na mão: bermuda, camiseta, tênis e óculos. Me chamou a atenção, mas peguei o cel e liguei para minha amiga que logo apareceu.

Fim da apresentação e fomos ver se conseguíamos tirar foto com ” a celebridade”. rs. Furamos fila, o tal carinha me deixou passar. Ficamos aguardando até que todas as fãs fossem atendidas. Fomos jantar juntos, acompanhamos até o hotel e então BALADA! Juro, não estava com expectativa nenhuma…Tava adorando tudo aquilo, porque estava rodeada de pessoas incríveis e super divertidas. Dancei a noite inteira, regada a cerveja, ice e TEQUILA!!! Nada de bafão, só curtindo mesmo. A balada acabou e só nosso camarote ainda estava lá…As meninas reunidas, conversando sobre o interesse de praticamente TODAS pela mesma pessoa, enquanto essa pessoa estava lá fora, fumando (vício maldito).rs.

Resolvemos que a balada não podia acabar!! E decidimos ir ao hotel. No quarto 3 mulheres e um único fruto. Eu cheguei e me aconcheguei na cama, assim como mais 1 das meninas. Ele queria “brincar” de jogo da verdade, mas só ele queria responder. As meninas tentando arrancar confissões dele ou então deixar ele entender que elas eram sensuais liberais e cheias de fantasias, mas ele sempre concordava com a minha visão, com a minha idéia, com o meu gosto….Porém uma pergunta marcou a noite:

_Já traiu?

_Uma única vez…nesses x anos(hum, então ele é comprometido…droga).

Ele foi ao banheiro e eu brinquei, pedindo pelo amor de Deus pra ele lavar as mãos…Claro que ele não perdeu a oportunidade de voltar e passar a mão molhada em mim, dizendo ter esquecido! E então ele veio até a cama, exigindo ficar no meio (eu estava na beirada e a menina no meio). E foi aí que o chamego começou…e o que não devia aconteceu. Não resisti ao rosto dele perto do meu, as suas mãos me abraçando….Não me arrependo e acho que esse é o problema!  rs. Por que fazer isso, sabendo que não terá futuro??? Por que me passar por isso???

Enfim…estou sozinha, quero alguém…Mas tenho medo, não medo de me apaixonar ou de me envolver…tenho medo de achar a pessoa certa e ter que encarar isso! Ter que assumir, que trazer ele para minha família, medo de viver isso. Por isso sempre que escolho alguém, escolho o errado…Ou é o que não tem futuro e deixa claro desde o começo, ou é o está longe ou o comprometido…O que é certo não me atrai….Por que??? Não é mais divertido você ter o que quer para sempre? Com segurança?…Tudo isso me faz chegar a conclusão de que ESTOU SOZINHA PORQUE QUERO! PORQUE NÃO ME DOU A CHANCE DE SER FELIZ….Eu mesma me boicoto, no quesito RELACIONAMENTO!